Publicado em 25/03/20 às 16h33

NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE O PRONUNCIAMENTO OFICIAL DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA, JAIR BOLSONARO, DE 24/03/2020 SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

A pandemia de COVID-19 é uma realidade mundial com mais de 400 mil casos no mundo e quase 19 mil óbitos. No momento, o Brasil está em fase de franca ascensão no número de casos em todos os seus estados. A Associação de Medicina Intensiva Brasileira, que representa os profissionais intensivistas que estão na beira de leito na assistência dos casos graves de coronavírus, vem a público manifestar sua preocupação com relação à dificuldade de atendimento a esses pacientes.

Em nosso país, os leitos de UTI são insuficientes para a demanda de uma pandemia e, ainda mais preocupante, apresentam-se distribuídos de forma irregular, deixando grande parte da população nacional sem a menor chance de ter acesso à assistência devida. A única alternativa para EVITAR O COLAPSO DO SISTEMA HOSPITALAR, possibilitando a assistência para quem dela necessitar, é o ISOLAMENTO SOCIAL e esta é a nossa recomendação para este momento.

A sociedade civil tem cumprido seu papel de forma responsável.  São inúmeras as doações e iniciativas privadas de produção caseira para ajudar no que é possível, bem como a adesão ao isolamento social, recomendado de forma responsável pelo Ministério da Saúde.

Os profissionais de saúde têm se apresentado de maneira destemida e emocionante, muitos saindo de suas residências, abandonando suas próprias famílias e se propondo a trabalhar extensas horas, sem as devidas condições de trabalho, colocando em risco a própria vida em prol de todos. Em grande parte, isso se deu pela credibilidade e ações responsáveis conduzidas pelo Ministério da Saúde e orientações do Conselho Federal de Medicina até agora.

Dessa forma, assistimos com bastante preocupação o pronunciamento do Presidente da República ontem.

Para nós, não é possível fechar os olhos para a gravidade da pandemia COVID 19, assim como, não é possível isolar apenas os pacientes classificados como grupo de risco e conseguir evitar o colapso do sistema de saúde. Proteger idosos e demais grupos de risco sem isolamento social, em especial, nos meios mais carentes de nosso país, não é uma alternativa factível. Além disso, é nosso dever informar que, uma grande parte de nossos leitos de UTI já está sendo consumido com esses pacientes e muitos deles têm idade inferior a 60 anos.

É inquestionável que se faz necessário medidas para evitar o colapso total da economia e essas medidas precisam ocorrer de forma responsável.

A AMIB, juntamente com outras Sociedades cientificas, certamente apoiarão as medidas dos governos no momento correto. Mas não é possível abandonar os mais vulneráveis e permitir que nossos profissionais de saúde conduzam sozinhos o colapso do sistema de saúde, pagando com suas próprias vidas. Não podemos colocar a vida de milhares de pessoas em risco, deixando-as entregues à própria sorte.

Evidências provenientes de análises de cientistas das áreas de ciências biológicas, econômicas, matemáticas e sociais deverão nos guiar, progressivamente, no caminho de volta às atividades normais. Para o momento, permanecemos com a recomendação clara e inequívoca: ISOLAMENTO SOCIAL.
 

Diretoria Executiva AMIB                                                          

Dra. Suzana Lobo – Presidente                                                                

Dr. Ricardo Sidou – Vice-Presidente                                                      

Dr. Antonio Falcão – Secretário Geral                                   

Dr. Wilson de Oliveira Filho – Tesoureiro                                             

Dr. Hugo Urbano – Diretor Científico                                    

Dr. Marcelo Maia – Presidente Futuro                                 

Dr. Ciro Mendes – Presidente Passado 

Conselho Consultivo AMIB

Dr. Álvaro Réa-Neto      

Dr. Ederlon Rezende

Dr. Fernando Suparregui Dias

Dr. Idunalvo Diniz Filho

Dr. José Maria Costa Orlando

Dr. José Mário Meira Teles

Dr. Luiz Alexandre A. Borges

Dr. Marcos Freitas Knibel

Dra. Mariza D’Agostino Dias

Dra. Mirella Oliveira

Dr. Renato Terzi

55 11 5089-2642
Rua Arminda, 93, sétimo andar – Vila Olímpia São Paulo, SP CEP: 04545-100