Publicado em 30/11/18 às 20h03

Segundo dia do CBMI 2018 tem intensa programação científica

O segundo dia do XXIII Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva foi marcado pela intensa programação científica. As salas atingiram sua capacidade máxima com participantes que assistiram à sessões pró e contra, conferências, apresentação de trabalhos científicos e sessões círculo.

“O que mais me impressionou não foi só a qualidade das sessões organizadas mas, principalmente, a forte interação que tivemos nas conferências, com perguntas bastante interessantes. Eu penso que isso é maior que a palestra, pois muda a experiência e o saber entre colegas que estão te ouvindo, e não existe mais conceito professor e ouvinte, mas sim dois colegas em diferentes etapas da carreira” comentou o presidente da Sociedade Europeia de Medicina Intensiva (ESICM), Dr. Massimo Antonelli.

Produção científica

A AMIB incentiva a produção científica através de uma série de iniciativas. O Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva é um dos momentos em que os trabalhos são apresentados.

Este ano, foram mais de 700 trabalhos submetidos e as pesquisas aprovadas foram apresentadas nas 10 salas do congresso, no formato temas livres ou nos painéis, onde foram avaliados por grandes profissionais da terapia intensiva.

Além disso, a Revista Brasileira de Terapia Intensiva (RBTI) e a AMIBnet, rede de cooperação em pesquisa clínica ministraram uma atividade em que forneceram dicas sobre como desenvolver pesquisas, além de debater como qualificar a revisão e os revisores.

Programação Multidisciplinar

“Nós tivemos o cuidado em fazer uma ampla programação que incluísse todas as categorias profissionais da terapia intensiva” ressaltou um dos presidentes do evento, Dr. Jorge Luis Valiatti.

A fala do médico intensivista foi validada nos currículos e nos discursos dos conferencistas, que abordaram os principais desafios da equipe multidisciplinar.

Convênio com projeto HU-CI

O ano de 2019 trará novidades. A AMIB acaba de firmar convênio com o projeto HU-CI – Humanizando los cuidados intensivos. A reunião aconteceu no segundo dia de congresso e contou com os idealizadores espanhóis e com a diretoria da Associação.

 “Estamos há cerca de um ano e meio estudando uma maneira de trazer a iniciativa para a AMIB, a fim de engrandecer o que já é realizado no País. Temos presença em 25 países, mas consideramos o Brasil um desafio a parte por sua dimensão. Ainda assim, tenho certeza que a AMIB, que já faz um trabalho muito forte, conseguirá levar essa discussão para todas as unidades de terapia intensiva brasileiras” comemorou Gabriel Heras, idealizador do projeto.

CBMI 2019

O CBMI 2019 já tem data e local: acontecerá em Fortaleza, entre os dias 7 e 9 de novembro.

Para comemorar o lançamento do evento, a AMIB está propiciando aos que efetuarem suas inscrições até domingo (1/12), seja online ou no estande do CBMI 2018, terão 20% de desconto sobre o valor da tabela.

Não perca! Acesse para se inscrever: http://www.amib.org.br/cbmi2019/


  

Segundo dia do CBMI 2018 tem intensa programação científica

1/8
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
1/8
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
55 11 5089-2642
Rua Arminda, 93, sétimo andar – Vila Olímpia São Paulo, SP CEP: 04545-100