Publicado em 21/02/12 às 13h44

Ofício 32

Consulta ao CFM: Implantação Câmaras Técnicas

São Paulo, 02 de setembro de 2004


Ofício 32/2004 - Diretoria

Prezado Dr.,


A AMIB - Associação de Medicina Intensiva Brasileira -, entidade devidamente reconhecida pela AMB e CFM como legítima representante dos interesses científico-profissionais dos médicos intensivistas em nosso país, vem desenvolvendo intensos esforços no sentido de estimular suas filiadas estaduais - 25 Regionais - a buscarem maior interação com os respectivos Conselhos Regionais de Medicina.


Entre os vários benefícios decorrentes desse convívio mais estreito, gostaríamos de destacar a importância da implantação conjunta das chamadas Câmaras Técnicas. Ao contrário de outras especialidades, a Medicina Intensiva desempenha um papel ainda muito tímido no dia-a-dia dos Conselhos, estando ausente na maioria dos estados brasileiros.


Não obstante esta situação acanhada, a experiência bastante profícua de algumas pioneiras, tem deixado patente a necessidade de que as Câmaras Técnicas de Medicina Intensiva sejam implementadas em todos os CRM\s, e no menor prazo possível. Para tanto, consideramos essencial que tal recomendação pudesse partir do próprio CFM.


Melhor ainda se o CFM considerasse a possibilidade de desenvolver sua própria Câmara de Medicina Intensiva, iniciativa essa - estamos convencidos, - que serviria de considerável estímulo para a disseminação da idéia por toda a Federação.


Faz-se ainda oportuno mencionar que a AMIB se coloca à inteira disposição desse egrégio Conselho, para juntos buscarem um "modelo" de Câmara que se afigure o mais apropriado para tratar de questões envolvendo os médicos intensivistas.


Ainda que louvável a iniciativa, o desenho adotado para as Câmaras hoje em funcionamento varia amplamente, desde aquela em que o próprio conselheiro responsável é intensivista e os membros são, em sua maioria, profissionais atuantes em UTI, até aquelas, infelizmente, em que decidiu-se incluir apenas um (!) intensivista.


Como exemplos bem sucedidos, vale aqui destacar as Câmaras Técnicas do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Ceará. São Paulo - graças à sensibilidade demonstrada pela atual gestão do CREMESP -, teve, finalmente, implantada sua Câmara Técnica, a partir de 2004.

Queremos, portanto, deixar aqui registrada nossa forte expectativa e renovada convicção de que V.Sa. saberá dar o devido tratamento à presente demanda que traduz os anseios de toda a Comunidade de Intensivistas brasileiros, conforme pudemos constatar durante o XI Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva (Curitiba, 11-15/06/04).


Com incontido orgulho, e sem o risco de nos deixarmos levar por um nacionalismo exacerbado, temos a satisfação de anunciar que o referido evento alcançou cifras que o qualificam como o maior Congresso de Medicina Intensiva do Mundo, até o presente momento: cerca de 4800 participantes!!


Por fim, aproveitamos a oportunidade para reiterar nosso incondicional respeito a essa entidade e nos colocarmos ao inteiro dispor de V.Sa. para o que mais couber.


Cordialmente,

 

Sérgio Felix Joel

Coordenador Nacional

das Câmaras Técnica


Isidoro Costa

Presidente da Comissão

de Deesa Profissional

 

José Maria da Costa Orlando

Presidente da AMIB

55 11 5089-2642
Rua Arminda, 93, 7 andar Bairro: Vila Olímpia Cidade: São Paulo Estado: São Paulo CEP: 04545-100