Publicado em 05/11/18 às 18h07

Dia Mundial do Combate ao AVC alerta para a importância do socorro imediato

O AVC (Acidente Vascular Cerebral) é a principal causa de mortalidade no mundo. De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil, a causa é responsável por cerca de 100 mil mortes ao ano.

Para alertar sobre a importância da prevenção, tratamento e reabilitação, foi implementado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) o Dia Mundial do Combate ao AVC, comemorado no último 29 de outubro. A data reafirma a importância do socorro imediato para a redução nas chances de sequelas.

A AMIB aproveita a comemoração da data para alertar sobre a importância do socorro imediato como fator primordial para a sobrevivência e recuperação do paciente. De acordo com a World Stroke Campaign, são 80 milhões de sobreviventes ao AVC e mais de 50 milhões vivem com alguma incapacidade permanente.

“No último ano tivemos importantes estudos relacionados ao tratamento do AVC isquêmico, como por exemplo, os trials DAWN e DEFUSE 3, que avaliaram com sucesso a trombectomia em pacientes que chegam aos hospitais em tempo superior a 4,5 horas” comenta Dra. Viviane Veiga, presidente do Comitê de Neurointensivismo da AMIB.

Para a intensivista, a AMIB tem papel importante para ajudar a disseminar informações ao público leigo e conscientizar sobre a necessidade de capacitação de profissionais de saúde para o primeiro atendimento. “Já o intensivista dará continuidade no atendimento, com o principal papel de evitar lesão secundária. Para tanto, é imprescindível o olhar atento o olhar atento para a prevenção de lesões secundárias” comenta Dra. Viviane.

O público pode reconhecer sinais do AVC através de quatro medidas simples, que seguem a abreviação “S.A.M.U” para fácil memorização:  

Sorria – Peça para a pessoa dar um sorriso. Caso um dos lados da face, entorte ou paralise, é provável que seja um AVC.

Abrace – Veja se a vítima consegue levantar os dois braços. Se um deles cair, trata-se de outro sintoma.

Música – Incentive a pessoa a repetir uma frase de música. Não conseguir pronunciar corretamente também é uma indicação de AVC.

Urgente – Caso tenha identificado alguns dos sintomas, ligue para o SAMU no 192. 


O Comitê de Neurointensivismo promove ações de formação e conscientização sobre a temática. Na próxima semana, será divulgado nas mídias sociais da AMIB um artigo comentado pelo comitê e você pode ainda conferir aulas sobre o assunto no programa de ensino à distância da AMIB clicando aqui.

55 11 5089-2642
Rua Arminda, 93, sétimo andar – Vila Olímpia São Paulo, SP CEP: 04545-100