Publicado em 10/08/18 às 17h13

AMIB-IQG certificam UTI do Hospital São Paulo

A Associação de Medicina Intensiva Brasileira – AMIB e a IQG – Health Services Accreditation acabam de certificar setor de Terapia Intensiva da Disciplina de Anestesiologia, Dor e Medicina Intensiva do Hospital São Paulo, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A Certificação por Distinção tem como objetivo garantir a constância dos cuidados de excelência aos pacientes em terapia intensiva.

O programa realiza um criterioso processo de avaliação. De acordo com Dr. Nelson Akamine, presidente do comitê de Segurança, Qualidade e Gestão da AMIB, “a certificação por distinção AMIB-IQG é bastante funcional. Além de considerarmos as revisões de boas práticas internacionais, temos um olhar também para o todo, condicionado à cultura de trabalho e realidade local” comenta o médico.

Além disso, a certificação permite a comparação com serviços assemelhados e a monitorização evolutiva da qualidade. “A IQG é a maior acreditadora na área de saúde da América Latina e age de maneira independente, pautada pelos critérios técnicos e pela ética”, afirma Dr. Akamine. 

 “Nós, equipe do setor de Terapia Intensiva da Disciplina de Anestesiologia, Dor e Medicina Intensiva, construímos instrumentos de gestão que não implicam em custos. A certificação evidenciou três grandes pilares positivos: humanização, pesquisa e multidisciplinaridade” comenta Dra. Flávia Machado, professora adjunta e chefe do setor de terapia intensiva do hospital. “A conquista da certificação é extremamente importante para o Hospital São Paulo pois demonstra que, ainda que em hospitais públicos, é possível fazer gestão de qualidade. Fazemos isso exercitando a liderança e o trabalho em equipe como parte dos compromissos de todos os profissionais aqui presentes” finaliza a médica. 

Vale mencionar também que, após a realização da auditoria, é realizado um relato de orientações gerenciais de elementos em que a unidade de terapia intensiva pode progredir.

“Agora, os esforços do comitê estão voltados para aumentar a participação das UTIs, uma vez que a certificação por distinção resulta em um impacto positivo direto na qualidade de vida dos pacientes. Além disso, visamos estabelecer parcerias para que a certificação seja usada como critério para outros projetos, por órgãos regulatórios e centros formadores, por exemplo” finaliza Dr. Akamine.

A AMIB parabeniza a equipe do Hospital de São Paulo pela conquista e endossa a importância da participação das unidades de terapia intensiva no processo de certificação. Caso queira participar, escreva para: distincao.uti@amib.org.br 

55 11 5089-2642
Rua Arminda, 93, sétimo andar – Vila Olímpia São Paulo, SP CEP: 04545-100