Publicado em 06/06/18 às 13h27

6 de junho: Dia de Combate à Desnutrição Hospitalar

A convite da Braspen - Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral, a AMIB está hoje (6/6) em Brasília representada pelo presidente, Dr. Ciro Leite Mendes e pelo diretor secretário geral, Dr. Marcelo Maia, para participar do I Fórum de Discussão de Combate à Desnutrição Hospitalar, onde está sendo lançado o dia D da campanha Diga Não à Desnutrição, com a presença de mais de 60 representantes de hospitais e órgãos públicos do Brasil, entre eles o Ministério da Saúde.


O encontro tem como objetivo trazer a conhecimento público os problemas e a prevalência da desnutrição hospitalar, além de discutir estratégias para implementar e viabilizar a Campanha nos Hospitais do País.

A desnutrição é frequentemente encontrada no ambiente hospitalar, em que atinge cerca de 60% dos pacientes internados e aumenta em até quatro vezes o risco de lesão por pressão e três vezes o tempo de internação do paciente.

Para o presidente da Braspen e do Comitê de Terapia Nutricional da AMIB, Dr. Diogo Toledo, quando se referem à pacientes de terapia intensiva, as consequências para os pacientes que são internados com o quadro de desnutrição ou que adquirem o quadro durante o tratamento, são acentuadas. “O paciente de cuidado crítico sofre com maior risco de passar por uma situação de choque em caso de cirurgia de grande porte. A possibilidade de que ele adquira infecções, lesões e complicações são maiores e tempo de internação também aumenta” declara o nutrólogo.

De acordo com pesquisa publicada pela Folha de São Paulo, somente 40% dos pacientes de cuidado crítico recebem terapia nutricional adequada. Para Dr. Toledo, temos um universo de 60% de pacientes cuja adequação nutricional está sendo negligenciada. “Sabemos que o profissional tem essa consciência, mas muitas vezes não consegue aplicar. Por isso, elaboramos materiais educativos e onze medidas simples para potencializar o cuidado, com o apoio do Ministério da Saúde, da AMIB e dos profissionais de saúde do País” comenta o presidente da Braspen.

A identificação precoce da desnutrição possibilita estabelecer conduta nutricional mais apropriada e melhora do desfecho nos pacientes. Confira o método mnemônico elaborado pela Campanha Diga Não à Desnutrição, com 11 passos para seu combate:

D - Determine o risco e realize a avaliação nutricional

E - Estabeleça as necessidades calóricas e proteica

S - Saiba a perda de peso e acompanhe o peso a cada 7 dias

N - Não negligencie o jejum

U - Utilize métodos para avaliar e acompanhar a adequação nutricional ingerida vs estimada

T - Tente avaliar a massa e a função muscular

R - Reabilite e mobilize precocemente

I - Implemente pelo menos dois indicadores de qualidade

Ç - Continuidade no cuidado intrahospitalar e registro dos dados em prontuário

à - Acolha e engaje o paciente e/ou familiares no tratamento

O - Oriente a alta hospitalar

Os 11 passos do combate à desnutrição foram descritos detalhadamente e serão publicados na forma de artigo científico da Braspen Journal. Além disso, no site da campanha estão disponíveis materiais de apoio, vídeo-aulas e materiais para implementação dos 11 passos.

Confira o site e não deixe de debater sobre o assunto com sua equipe intensivista.

1/2
carregando...
carregando...
1/2
carregando...
carregando...
55 11 5089-2642
Rua Arminda, 93, sétimo andar – Vila Olímpia São Paulo, SP CEP: 04545-100