Publicada em 11/11/2017 às 14h41

Congresso Mundial de Medicina Intensiva chega ao final

Último dia do XIII Congresso Mundial de Medicina Intensiva e XXII Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva é marcado por palestras de Ventilação Mecânica, Choque e Monitorização Hemodinâmica e pela cerimônia de encerramento.

Na cerimônia de encerramento, foi realizada a entrega dos prêmio que presta reconhecimento aos autores dos trabalhos mais importantes do ano nos temas sepse, ventilação mecânica, choque e  monitorização hemodinâmica e gestão, qualidade e segurança.

O prêmio Roberto Mário Clausi de Ventilação Mecânica foi entregue ao “Subphenotypes in patients undergoing general anesthesia for ventilation during open abdominal surgery: an unbiased cluster analysis from the PROVHILO trial”, representado pelo pesquisador Ary Serpa Neto.

O prêmio Roberto Mário Clausi de sepse, foi concedido aos pesquisadores argentinos responsáveis pelo estudo “Impact of intensive care unit-acquired pneumonia on patients with previous sepsis: an infectious ‘second hit’ model”.

Na categoria Choque e Monitorização Hemodinâmica do prêmio Tarzius, a pesquisa homenageada foi “The utility of skin blood flow to identify the effects of fluids on oxygen consumption in shock”.

A pesquisa contemplada pelo prêmio ex-presidentes AMIB e Hospital S. Lucas Copacabana de gestão, qualidade e trabalho foi “Nighttime intensive care unit discharge and outcomes: a propensity-matched cohort study”.

Além das pesquisas, houve o prêmio indústria de agradecimento aos patrocinadores parceiros Aspen, Pfizer e MSD.

Para finalizar os cinco dias de evento, o presidente da WFSICCM, dr. Jean-Louis Vincent, a presidente da AMIB, dra. Mirella Cristine de Oliveira, o presidente do Mundial, dr. Álvaro Réa-Neto e o presidente do CBMI, dr. Ricardo Lima ressaltam o orgulho por entregar um excelente congresso, feito para trazer novos olhares aos intensivistas com o objetivo maior de melhorar a vida dos pacientes de cuidado crítico.

É convidado ao palco também o dr. Ciro Leite Mendes, presidente futuro 2018 - 2019, que afirma seu comprometimento com a continuidade das discussões realizadas no congresso e convida a todos ao CBMI 2018, que será realizado em São Paulo.

Para finalizar, doutor Jean-Louis Vincent, deixa uma mensagem sobre suas percepções sobre o congresso e sobre medicina intensiva no Brasil:

“A Medicina Intensiva está indo muito bem no Brasil. É particularmente notável seu crescimento em termos de ciência, de qualidade de cuidado e em colaboração e organização. É realmente maravilhoso poder acompanhar seu crescimento com o tempo - frequentei o país regularmente por décadas e venho acompanhando as fantásticas transformações do cuidado crítico no Brasil. Além da ciência, a atmosfera e espírito de troca e de colaboração faz com que o país seja único.

O congresso foi um grande sucesso. Não só pela qualidade do programa, mas pela atmosfera, que é ótima, amigável e acolhedora para quem vem de fora. Estar no Rio 2017 foi um prazer, e ficamos muito felizes e realizados por termos escolhido a cidade como sede do congresso, pois alcançou e superou todas as expectativas”.


Comentários

+55 11 5089-2642

AMIB 2012 Todos os direitos reservados

Convergence Works