Publicada em 15/08/2017 às 17h38

AMIBNET realiza pesquisa sobre uso do prontuário eletrônico nas UTIs Brasileiras

O uso do prontuário eletrônico em equipamentos de saúde (hospitais, unidades de saúde, consultórios) é uma realidade em todo o mundo e tem se acentuado no últimos anos no Brasil, inclusive nas unidades de terapia intensiva (UTI).

Avaliar o uso do prontuário eletrônico nas UTIs e apontar caminhos nesse processo de informatização é o objetivo da pesquisa da AMIBNET, coordenada pelo Dr. José Colleti Júnior. O estudo está em fase de coleta de dados via questionário online para todos os médicos que atuam em ambientes de Terapia Intensiva no Brasil.

Segundo Dr. Colleti, “Não temos dimensão do quanto essa tecnologia empregada na prescrição e evolução dos pacientes está inserida nas UTIs brasileiras, muito menos qual a percepção dos médicos intensivistas sobre a possível ganho de qualidade e segurança”.

A pesquisa está em andamento na plataforma e deverá se encerrar em dezembro deste ano. A previsão é que os resultados se tornem públicos em 2018.

“A participação dos médicos intensivistas é essencial para que o estudo capte um retrato fidedigno do cenário das UTIs em relação ao uso do prontuário eletrônico”, finaliza Dr. Colleti

Clique aqui para acessar o formulário. 

Comentários

+55 11 5089-2642

AMIB 2012 Todos os direitos reservados

Convergence Works